• Tel.: (11) 3889-9909
Página inicial News BRASPEN Atualização em TN Terapia Nutricional Enteral Precoce

Consenso de TN da Sociedade Europe de Terapia Intensiva

Terapia Nutricional Enteral Precoce: início de nutrição enteral em 24-48 horas da admissão do paciente na UTI, quando impossibilitado de ingestão oral.

Highlights das Recomendações para Nutrição Enteral Precoce (NEP): 
– Iniciar a Terapia Nutricional Enteral (TNE) em baixa vazão (10-20ml/h), monitorando os sintomas abdominais. Aumentar lentamente conforme tolerância e interromper se novos sintomas (dor, distensão abdominal ou aumento da pressão intra-abdominal). O início da TNE não depende da presença de ruídos hidroaéreos.
– Realizar abordagem individual, respeitando a evolução clínica de cada paciente.
– Se estase gástrica, considerar procinéticos e uso de sonda pós-pilórica.
– A medida da pressão intrabdominal pode ser um dado adicional em pacientes com lesões abdominais graves, má perfusão ou sobrecarga hídrica.
– Preferir NEP ao uso de Nutrição Parenteral ou ao atraso da TNE.
– Aguardar para iniciar TNE se o choque com parâmetros hemodinâmicos e/ou de perfusão tecidual inadequados, mas iniciar TNE em dose baixa assim que o choque estiver controlado com fluidos e drogas vasoativas. O uso de bloqueadores neuromusculares não contraindica o início da TNE precoce e nem a hipotermia terapêutica. Neste caso, iniciar com dose baixa e progredir com o reaquecimento do paciente.
– Aguardar para iniciar TNE em caso de hipoxemia, hipercapnia ou acidose não controlada (grave, com risco de vida), mas utilizar nutrição enteral precoce em pacientes com hipoxemia estável, hipercapnia e acidose compensada ou permissiva.
– Pode-se introduzir nutrição enteral precoce em pacientes na posição prona. Considerar o uso precoce de procinéticos e sonda pós-pilórica, se estase gástrica persistente.
– Iniciar dieta enteral precoce em pacientes com pancreatite aguda grave.
– Usar NEP em pacientes após cirurgia do Trato Gastrointestinal (TGI), abdome aberto ou com trauma abdominal quando a perviedade do TGI for reestabelecida.
– Em pacientes com hipertensão intra-abdominal sem síndrome compartimental abdominal, pode-se iniciar NEP, observando evolução e tolerância, porém esperar em pacientes com síndrome compartimental abdominal.
– Não iniciar TNE se o resíduo gástrico for superior a 500 ml em 6 horas.
– Pode-se usar dieta enteral precoce em pacientes com diarreia.

Por: Liane Nunes de Matos
Médica Intensivista pela FMUSP e AMIB, Nutróloga pela ABRAN e BRASPEN
Fonte: Reintam Blaser A, et al. Intensive Care Med. 2017 Mar;43(3):380-398.

#braspen #news #tneprecoce